RZ Promoções e Eventos

Web Radio RZ
Estamos Online ;) Ouça e
fica de boa!


Para ouvir nossa rádio, baixe o aplicativo RadiosNet para celulares e tablets com Android ou iPhone/iPads.

Além do chimarrão, erva-mate pode servir até para combater malária

Além do chimarrão, erva-mate pode servir até para combater malária

Foi observando o chimarrão de cada dia que o pesquisador gaúcho Eloir Schenkel, na década de 1980, pensou que poderia haver algo mais na erva que fervia na cuia.

"Bah, o que é essa espuma da erva-mate? Será que não é saponina?", disse, segundo lembra a doutora em farmácia Grace Gosmann, então sua colega de pesquisa.Ali, se descobriu que a erva típica do Sul do Brasil tinha um composto químico conhecido por suas propriedades detergentes, usado em produtos de limpeza e rações para animais. Essa é apenas uma das possibilidades estudadas por pesquisadores brasileiros para a erva-mate –que pode servir de matéria-prima para um sem-número de produtos, como medicamentos, larvicidas, relaxantes e cosméticos.

"É muito apaixonante pensar que uma mesma planta produz tantos compostos", comenta Grace, da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e que pesquisa o tema há 30 anos.Desde o primeiro estudo, descobriu-se que o mate pode combater a malária, reduzir colesterol, atuar como larvicida e ter resíduos aproveitados na produção de fertilizantes.Além disso, como alimento, pode ter o teor de cafeína alterado com ações de manejo –e ser vendido de energético a bebida descafeinada, tudo com técnicas naturais.

"É um potencial gigante que temos para começar a produzir patentes, e parar de vender só folha", diz o pesquisador Ivar Wendling, da Embrapa Florestas.Na semana passada, o órgão promoveu um seminário da erva-mate em Curitiba. Na plateia, cerca de 300 produtores e pesquisadores, munidos de cuia e garrafa térmica, ouviam as últimas enquanto bebericavam o mate.A maior parte dos produtores é de agricultores familiares, espalhados pela região Sul. São cerca de 180 mil famílias, a maioria no Rio Grande do Sul e Paraná.A produção brasileira é a maior do mundo: atinge quase um milhão de toneladas ao ano. Mas, no país, a maioria da erva –96%– é usada no chimarrão. Os outros 4% ficam para os chás.

"A gente sempre fez a mesma coisa", critica Wendling.

Ele e outros defendem que o polivalente mate sirva de base para produtos naturais, com apelo de mercado principalmente nos EUA e na Europa –que já possui dezenas de patentes de cosméticos e até bebidas que usam erva-mate.Quanto aos cosméticos, já há uma grande produção artesanal e Natura e Boticário têm produtos com o componente em seus catálogos."É um produto natural, produzido em floresta, com mão de obra familiar. Veja o apelo social, ambiental e cultural que isso tem", afirma.

Nos corredores do evento, pesquisadores se queixavam da falta de incentivo da indústria –ou, quando há, da ausência de produção suficiente e padronizada para dar conta da demanda.O setor de produtos de limpeza, por exemplo, tem interesse na erva. Uma lei prevê que, até 2025, todos os produtos brasileiros tenham até 60% de compostos industrializados. O resto deve ser natural. O uso de mate nesses produtos ainda é experimental.A indústria alimentícia também começa a explorar as propriedades do mate. Cristiane Helm, da Embrapa Florestas e doutora em Ciência de Alimentos, conduz pesquisas sobre os antioxidantes naturais da erva. A substância combate radicais livres e previne o envelhecimento.

Em determinadas variedades, um copo de chá mate, por exemplo, pode ter até três vezes mais antioxidantes que uma taça de vinho, segundo Helm. Já existem "árvores-pilotos" sendo cultivadas no Paraná. Mas falta impor padrões à produção no campo.Eventos como o da Embrapa tentam unir produtores e pesquisadores, a fim de aperfeiçoar a produção, criar protocolos para o mate e cobrar políticas públicas, que impulsionem o setor.

"Não foi à toa que a Coca-Cola comprou a Mate Leão", diz Gosmann. "É um nicho de mercado enorme."


Parceiros

Os Atuais

Os Atuais

Os Atuais iniciou em 05 de janeiro de 1968 em Tucunduva-RS, fundado por Ivar David Costa e mais 4 amigos. Em 1971 gravaram o primeiro disco. Com o passar do tempo foram surgindo um sucesso

Ver Perfil Desta Banda
San Francisco

San Francisco

O Musical San Francisco é uma banda com mais 30 anos de estrada. Formado por Paulinho e Cesar Oswald nos vocais, Régis no baixo, Josué na guitarra, Fábio Pedroso nos

Ver Perfil Desta Banda
Docê Pecado

Docê Pecado

A banda Doce Pecado teve seu início na cidade de “Não Me Toque RS” em janeiro de 2004.Ainda nesse ano lançou seu 1º cd,intitulado

Ver Perfil Desta Banda
Quer uma banda para fazer um show no seu evento ou festa de interior? Contate-nos

Últimas notícias e artigos

Gravação RBS TV - Canoinhas vai ser destaque no Jornal do Almoço

Gravação RBS TV - Canoinhas vai ser destaque no Jornal do Almoço

Neste sábado, 25, Canoinhas será destaque no Jornal do Almoço, transmitido pela RBS TV. O jornalista Kleber Luis Pizzamiglio e o repórter cinematográfico, Hilton ...

Veja mais
Curiosidades sobre o CHIMARRÃO

Curiosidades sobre o CHIMARRÃO

O Chimarrão é um legado do índio Guarani. Sempre presente no dia-a-dia, o chimarrão constituiu-se na bebida típica do Rio Grande do Sul, ou seja, na ...

Veja mais
Família mantém aceso fogo de chão em fazenda há 200 anos no RS

Família mantém aceso fogo de chão em fazenda há 200 anos no RS

Na Fazenda Boqueirão, em São Sepé, na Região Central e a cerca de 300 quilômetros de Porto Alegre, vive a família Simões Pires, que tem raízes e ...

Veja mais

Próximos Eventos